Parceiros

O CT-Bio é possível graças ao trabalho conjunto das seguintes instituições na Galiza e no Norte de Portugal

assets_ctbio_home_27
  • +34 881 812 000

A Universidade de Santiago de Compostela é uma universidade pública com sede em Santiago de Compostela, na Galiza, e campus em Santiago de Compostela e Lugo. Foi fundada em 1495 por Lope Gómez de Marzoa e é, com seus mais de 500 anos, a universidade com a tradição mais longa da Galiza e uma das mais antigas do mundo.

Área de Avaliação, Transferência e Empreendedorismo (AVTE)

O AVTE é um serviço, dependente do Vice-Reitor de Pesquisa e Inovação, responsável por gerenciar o processo de transferência de resultados de pesquisa, incluindo:

  • Identificação de resultados com potencial comercial.
  • Proteção destes através de patentes ou outras entidades legais
  • Negociação e estabelecimento de contratos de licença.
  • Criação de empresas com base em resultados de pesquisa (spin-off)

A missão da Área de Valorização de Transferência e Empreendedorismo é garantir que os resultados de pesquisa da USC tenham impacto na sociedade por meio de sua incorporação em processos, produtos ou serviços. A origem deste escritório remonta a 1989 e durante estes 26 anos contribuiu para o USC estar entre as 10 universidades espanholas com os melhores indicadores de transferência e inovação.

O AVTE fornece seus serviços para os seguintes grupos de usuários:

  • Pesquisadores da USC se interessam pelo fato de o novo conhecimento gerado através de sua atividade de pesquisa ter impacto na sociedade.
  • Empresas inovadoras que demandam novas tecnologias ou investidores interessados em apostar no desenvolvimento de novos produtos, processos ou serviços.
  • Empresários da comunidade universitária interessados em iniciar um novo projeto empresarial baseado em conhecimento.

Em 1947, o Estado espanhol criou o Consórcio da Zona Franca de Vigo, uma das cinco zonas francas da Espanha e a única localizada no nordeste da península.

O Consórcio da Zona Franca de Vigo tem como missão fundamental promover o desenvolvimento económico de Vigo e a sua área de influência, e a geração de emprego, para o qual trabalha em três linhas principais de ação: a construção de terrenos para negócios, o apoio a tecido produtivo e cultura empresarial e a promoção do comércio internacional.

REDE DE PARQUES DA ZONA FRANCA

O Consórcio Zona Franca tem atualmente três milhões e meio de metros quadrados de infraestrutura para terrenos industriais e parques empresariais, que abrigam 500 empresas e geram 32% da riqueza da área de Vigo. A Zona Franca está comprometida com terrenos industriais de qualidade, estrategicamente localizados, ambientalmente sustentáveis e equipados com os mais recentes avanços tecnológicos.

APOIO AO TECIDO PRODUTIVO

O Consórcio da Zona Franca de Vigo, para além das infraestruturas, traz mais valor às empresas, uma vez que oferece programas de apoio ao empreendedorismo, uma plataforma completa de informação empresarial, capital de risco, promoção e formação.

PROMOÇÃO DO COMÉRCIO INTERNACIONAL

Outra das linhas estratégicas de trabalho do Consórcio é a promoção do comércio internacional, oferecendo vantagens aduaneiras e excelentes armazéns ao pé do porto, para os quais as características excepcionais do Porto de Vigo são muito úteis, tanto pela sua localização geográfica privilegiada como pela sua localização. as extraordinárias condições naturais de abrigo de seu estuário.

Sendo uma das únicas zonas francas do noroeste peninsular e as excelentes comunicações com os mercados espanhol e português, são um grande atrativo comercial.

A BIOGA é uma associação empresarial sem fins lucrativos que reúne as organizações integradas na cadeia de valor do setor de biotecnologia com base na Galiza.

O Cluster trabalha para melhorar o posicionamento competitivo do setor de biotecnologia galego, buscando a melhoria competitiva e a geração de negócios através da promoção de ações e serviços direcionados diretamente às empresas do setor.

assets_ctbio_home_28
  • 253 601 100, 253 601 109

A Universidade do Minho, é uma instituição pública de ensino superior que faz parte do grupo de novas universidades portuguesas. Tem quatro campi diferentes em Braga e outro em Guimarães.

Centro de Engenharia Biológica (CEB)

O Centro de Engenharia Biológica (CEB, na sigla em inglês) é um centro de investigação localizado na Universidade do Minho (Braga) e integrado no Sistema Português de Ciência e Tecnologia. Na última avaliação (2014) das unidades de I & D pela FCT, o CEB foi classificado como Excelente, mantendo este grau desde 2002.

A CEB combina ciência fundamental (química, bioquímica, microbiologia, biologia molecular) com engenharias para obter produtos ou processos de valor agregado nas indústrias alimentícia, química, biotecnológica e ambiental. A CEB é uma unidade que aspira a ser uma infraestrutura estratégica para o desenvolvimento de políticas de P & D e inovação nas áreas de Biotecnologia e Bioengenharia, Biomateriais, Biomédicas e Ciências da Vida, Ciências Ambientais e Agrícolas.

assets_ctbio_home_30
  • (+351) 231410960

A Organização da Indústria de Biotecnologia de Portugal (P-BIO) é a única associação que reúne a grande maioria das empresas relacionadas com o setor de biotecnologia e ciências da vida. Desde a sua fundação em 1999, tem sido a pedra angular para o desenvolvimento e apoio da biotecnologia em Portugal. A P-BIO busca desenvolver um ambiente favorável à criação e ao crescimento de novas empresas, promovendo seu desenvolvimento corporativo nacional e internacionalmente.

assets_ctbio_home_32
  • (351) 253 140 112

O Laboratório Internacional de Nanotecnologia Ibérica do INL, localizado em Braga (Norte de Portugal), foi fundado pelos governos de Portugal e Espanha no âmbito de um quadro legal internacional para realizar pesquisas interdisciplinares, implantar e articular nanotecnologias em benefício da sociedade. O INL pretende se tornar o centro global de nanotecnologia que aborda os grandes desafios da sociedade.

O programa de pesquisa do INL inclui quatro campos estratégicos de aplicação de nanociência e nanotecnologia: monitoramento ambiental e de alimentos, TIC, energia renovável e saúde.